Ética editorial

Declaração de ética de publicação e más práticas de publicação

Para todas as partes envolvidas no processo de publicação-autor (autores), editor (editores) da revista, pares avaliadores, editorial e sociedade em geral— é necessário ter um conhecimento claro sobre os padrões de comportamento ético esperado neste processo. A declaração de ética da revista Actualidades Pedagógicas se baseia nas diretrizes de Código de Conduta do Comitê de Ética de Publicações (COPE), disponível em http://publicationethics.org.

 

Responsabilidades do editor

Decisões e responsabilidade de publicação

O editor da revista Actualidades Pedagógicas decide qual manuscrito enviado à revista pode passar à etapa de avaliação para a sua posterior publicação, em função do cumprimento das instruções para autores ou pertinência temática; além do mais, é o responsável de todo o processo de publicação da revista. Na tomada de decisões, o editor pode ser guiado pelas políticas estabelecidas pelo seu Comitê Editorial, assim como pelos requerimentos legais sobre infrações de direitos de autor e plágio. O editor pode conferir alguma responsabilidade na tomada de decisões da publicação a editores convidados ou revisores qualificados. O editor deve manter a integridade acadêmica, o compromisso intelectual, os padrões éticos, e sempre estar disposto a publicar correções, clarificações, retrações e desculpas públicas quando seja necessário.

 

“Jogo limpo”

O editor deve avaliar os manuscritos pelo seu conteúdo intelectual sem considerar a raça, o gênero, a orientação sexual, as crenças religiosas, a origem étnica, a cidadania ou a filosofia política de autor (dos autores).

Confidencialidade

O editor e os membros do Comitê Editorial não devem revelar informação sobre os manuscritos enviados a avaliação a pessoas diferentes ao autor (autores), os revisores e a editora, segundo como corresponda. Além do mais, se preservará o anonimato dos autores e dos pares avaliadores.

 Conflitos de interesse

O material não publicado de um manuscrito enviado não poderá usar-se em uma pesquisa própria do editor. A informação privilegiada ou as ideias obtidas através da revisão por pares devem ser mantidas confidencialmente e não poderão ser usadas para vantagens pessoais.

O editor está comprometido a garantir que a publicidade, reimpressão ou outros ingressos comerciais não terão impactos ou influencia nas decisões editoriais.

O editor deve garantir um processo de revisão por pares justo e apropriado. Além do mais, deve recusar-se à manipulação por si mesmo dos manuscritos (deve pedir apoio de um coeditor, editor associado ou outros membros do Comitê Editorial) nos casos onde haja conflitos de interesse como resultado de relações de competência, colaboração ou outro tipo de conexões com qualquer um dos autores ou instituições vinculadas aos manuscritos.

 

O editor solicitará a todos os autores que declarem possíveis conflitos de interesse e publicar correções se os interesses são revelados depois da publicação. Se for necessário, se poderão tomar outras ações apropriadas, como a retratação.

Responsabilidades dos revisores

Contribuições às decisões editoriais

Os pares avaliadores prestam assistência ao editor na tomada de decisões editoriais e, a traves da comunicação editorial com o autor, também podem prestar assistência a este no melhoramento do manuscrito.

Prontidão 

Qualquer par que se haja convidado para o processo de avaliação de manuscritos e se considere não idôneo ou sem disponibilidade de tempo, deverá imediatamente notificar ao editor para contatar oportunamente a pares alternativos.

 

Confidencialidade

 

Todo manuscrito que vai a processo de revisão deverá tratar-se como um documento confidencial. Devido ao anterior, não se poderá mostrar ou discutir com terceiros.

Padrões de objetividade

 As revisões devem conduzir-se com objetividade. As críticas pessoais ao autor, ou autores, são inaceitáveis. Os pares avaliadores devem expressar seus pontos de vista e sustentá-los com argumentos apropriados.

 Reconhecimento das fontes

 É importante que os pares avaliadores informem sobre qualquer similitude ou coincidência significativa entre o manuscrito que se está avaliando e qualquer outro texto ou documento já publicado. Lembre-se que qualquer observação, derivação ou argumento que já se haja reportado deverá estar acompanhado pela citação correspondente.

Conflitos de interesse

A informação privilegiada ou qualquer ideia obtida através da revisão por pares é confidencial e jamais devem ser usadas para proveito pessoal.

Os pares não devem considerar avaliar manuscritos nos quais tenham conflitos de interesse como resultado de competência, colaboração ou outras conexões com qualquer um dos autores ou instituições relacionadas com os manuscritos apresentados na publicação à revista.

Responsabilidades dos autores

 Padrões de divulgação

Os autores que divulguem resultados de pesquisa original deverão apresentar com exatidão o trabalho desenvolvido, assim como uma discussão objetiva de seus alcances. Um manuscrito deve conter informação suficiente que permita a outros reproduzir a pesquisa.

É inaceitável e pouco ético tentar divulgar informação fraudulenta ou inexata.

Originalidade, plágio e reconhecimento de fontes.

Os autores garantirão que escreveram os manuscritos apresentados à revista, e caso tenham se apoiado no trabalho ou nas palavras de outros, isto deve estar referenciado apropriadamente.

É inaceitável a fabricação de dados ou qualquer outro tipo de fraude, pois todos os dados devem ser reais e autênticos.

Publicação múltipla, redundante ou concorrente. 

Em geral, um autor não poderá apresentar a avaliação manuscritos que descrevam a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária. Isso constitui um comportamento de publicação não ético e é inaceitável.

Autoria de um manuscrito

A autoria de um manuscrito deverá estar limitada a aqueles que contribuíram de maneira significativa na concepção, desenho, execução ou interpretação do reportado em um estudo.

Aquelas pessoas sem participação ativa na produção do manuscrito deverão ser mencionadas na seção “Agradecimentos”.

Em caso de coautoria, os remitentes do manuscrito deverão garantir que todos os coautores estão incluídos e que todos revisaram e aprovaram a versão final enviada para publicação. As solicitações de inclusão de um coautor depois de que o manuscrito haja sido aceito requererá a aprovação do editor.

 Conflitos de interesse

Todos os autores deverão manifestar em seu manuscrito qualquer fonte de financiamento ou possíveis conflitos de interesse que possam influir nos resultados ou em suas interpretações. Todo apoio financeiro ao projeto deve explicitar-se.

 Erros fundamentais nos trabalhos publicados

 Quando um autor (autores) descubra um erro significativo ou inexatidão em seu trabalho publicado, tem a obrigação de notificar prontamente ao editor, e cooperar para retratar-se ou publicar uma correção adequada ou errata.

Responsabilidades editoriais

Autonomia editorial 

A revista Actualidades Pedagógicas se compromete a definir claramente os respectivos papéis editoriais e do mesmo editor, com o fim de garantir a autonomia das decisões, sem influências de anunciantes ou outros sócios comerciais.

 Propriedade intelectual e direitos de autor

A revista Actualidades Pedagógicas protege a propriedade intelectual e os direitos de autor dos autores. A revista garante a integridade e a transparência em cada artigo publicado com respeito a conflitos de interesses, fundos de financiamento, ética da pesquisa, casos de mala conduta, confidencialidade, autoria, correções de manuscritos e artigos, clarificações e retrações, e a publicação oportuna do conteúdo.

Más condutas científicas

Em casos de suposta, ou comprovada, má conduta científica, publicação fraudulenta ou plágio, o editor tomará as medidas apropriadas para esclarecer a situação e emendar ou retificar o artigo em questão. Isto inclui a pronta publicação da correção ou errata ou, nos casos mais graves, a retratação do trabalho afetado.